segunda-feira, 13 de maio de 2013


Dias das mães, sem mãe

22





Durante o ano todo eu lembro dela, do seu jeito, do seu olhar, de suas reclamações, dos puxões de orelha, das palmadas, eu sinto sua falta o ano todo, mas é no segundo domingo do mês de maio que sua ausência se torna terrivelmente presente.

Você se foi tão cedo, antes mesmo de ver sua filha casando, de me ver no altar chorando de alegria. Meu amor por ti sempre será incondicional, eu te amo e te amarei até te reencontrar, sonho com esse dia diariamente e não há nada e ninguém que substituirá o seu lugar.

Você passou tantas noites mal dormidas, acordava de madrugada para cuidar de mim, sacrificava seu sono, seu conforto pelo meu bem estar, era só você que me convencia a tomar aqueles remédios horríveis, mas, que me fazia tão bem, você era e é a única pessoa que lia meu olhar e já sabia que era de colo que eu precisava.

Quando me deixaste tudo ficou cinza, as noites estão cada dia mais frias e eu ainda sinto o perto do seu último abraço, antes de ser obstruída dele. Eu sei que do alto céu continua brilhando, cuidando e sorrindo pra mim e de vez enquanto grita no meu ouvido “o arroz tá queimando, coloca mais água no feijão” me pego sorrindo quando me lembro disso.

Mamadi falta um pedaço, falta você e eu quero que saiba que você sempre será a melhor parte de mim e agora que viraste um anjo, eu sei que continuará cuidando de mim, te amo mamadi e  é por isso que olho para o céu com tanta frequência,você deveria ser eterna.




“Na paz, os filhos enterram seus pais; na guerra, os pais enterram seus filhos. 
- Estamos em guerra pai?”




                                                                                     Meninas, ainda tenho minha mãe(graças a DEUS!),esse texto fictício fiz pensando naqueles que não tem


22 comentários:

Inara Souza disse...

Oi, Kassya!

Seu texto me emocionou muito. Sinto pelo sua perda. Por Deus, ainda tenho a minha mãe aqui comigo, e, mesmo com os puxões de orelha e as brigas, ela é a melhor coisa da minha vida. Como, tenho certeza, a sua foi também, até que chegou a hora dela partir.

Um beijo,
Inara
(http://www.lerdormircomer.com.br/)

Kassya Araújo disse...

Oi flor, acho que cometi um equívoco de não ter colocado no post que era um "texto inventado". Ainda tenho minha mãe GRAÇAS ADEUS!

Inara Souza disse...

Oi, Kassya!

Puxa, que rolo! shaushaushau Mas que bom que ele é fictício! =)

Beijos!

Marina Coelho disse...

Emocionante hein beijoss

Leeh Trindade disse...

Lindo texto! Pensei que vc que tivesse escrito! Ainda bem! rs

Obrigada pelo comment no blog, sim sou eu mesma que edito as fotos! Gosto de usar o Pixlr o-matic, tem uns efeitos muito legais! ;)

beeijos,
http://misssainha.com/

Kassya Araújo disse...

Leeh o texto foi eu que escrevi

Karol Greenhalgh disse...

Kassya emocionante o teu texto. Penso também nas mães que perdem seus filhos, novos e cheios de vida. Deus, é um pai muito bom que protege os corações para que todos possam tocar a vida!

Amanda Soldi disse...

Que triste esse texto, ainda bem q é ficticio é mto ruim não ter a mãe. Não sei o que seria de mim sem a minha
Beijos,

Amanda
www.holybride.blogspot.com

Tania Soares disse...

Lindo texto, Kassya!
Sei como é esse sentimento de perda...
Eu tenho a minha mãe viva, graças à Deus! Mas eu perdi uma filha e essas datas são muito tristes para mim.
Beijo e uma ótima tarde!

Sorteio de Aniversário de 1 Ano do Beleza Descoberta.
http://migre.me/efugY

Thami disse...

Lindo o texto. Gostei mais ainda quando li no final que você fez pensando naquelas pessoas que não tem mãe. Lindo!

Xx
www.likeparadise.com.br

Stephanie disse...

Eu tb tenho a minha do lado e dou graças a Deus por isso todos os dias :D
Linda postagem!!!
Beijos Té
lolaporlola.blogspot.com

Instagram: stephanieparizi

Juju disse...

Mãe é tudo, né Ka! Eu tb tenho a minha, mas meu pai já foi embora... pensei nele!
Ótimo texto!!

Bjos
Ju
asbesteirasquemecontam.blogspot.com.br

Laiza Duarte disse...

que homenagem mais linda, elas merecem tudo de bom né *-*

Beeeeijoos, ótimo início de semana :D
Vou te contar makeup

Flávia disse...

Texto bem escrito, achei que fosse verdade, rsrs, mas a realidade é que muitos realmente não tem mais a alegria de ter suas mães por perto...

Thoughts-little-princess.blogspot.com

BARI Semijoias disse...

Olá, como faço para divulgar a minha loja online de semi joias:

www.barisemijoias.com.br

contato@barisemijoias.com.br

Dayane disse...

Menina pensei que esse texto era real, mas vi que foi inventado rsrs
Mas foi muito bem escrito viu, está de parabéns.
Beijinhos
Facebook do blog
conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

Iasmin Cruz disse...

Que texto triste, uma ficção vivenciada por muito. Graças a Deus, ainda temos mãe <3

http://iasmincruz.blogspot.com.br/

Thais e Marina: disse...

Lindo esse texto, graças a Deus ainda tenho minha mãe comigo e procuro sempre está demonstrando o quanto eu a amo! Beijinhos

Cllara Maranhão disse...

Realmente, graças eu dou a Deus por ter feito um anjo para está ao nosso lado que se chama MÃE.

Feliz Dia das Mães para sua mãe.

Estou lhe seguindo para ficar por dentro do que acontece no seu blogger.
Siga o meu blogger e fique por dentro do q acontece no meu.

Confira o Esmalte da Semana. É a cor do verão.

Beijinhos de luz =***

Cllara Maranhão ʚɞ
http://cllaramaranhao.blogspot.com.br

Karol Greenhalgh disse...

Meninas, o texto toca profundamente até quem é mais duro.

Paloma Viricio disse...

Nossa que triste, o pior que todos passaremos por isso. Mãe deveria ser eterna mesmo.
Beijos!
Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

Kassya Araújo disse...

Mesmo não sendo verdade eu tentei passar um pouco do que é perder uma mãe, ainda está muuuito longe do eu poderia sentir. Não gosto nem de pensar.Mas, é legal saber que vcs puderam sentir o transmiti

Postar um comentário

Leia o post antes de comentar. Obg e volte sempre ;)

Receba os post por Email

Visitas